Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Tutorial sobre o que não se deve falar ao abordar uma verdadeira ACOMPANHANTE DE LUXO: com exemplos práticos de abordagem cavalheiresca.

Tutorial sobre o que não se deve falar ao abordar uma verdadeira ACOMPANHANTE DE LUXO: com exemplos práticos de abordagem cavalheiresca.

Hoje pela manha tomava um delicioso Vivalto Lungo com chantilly quando recebo a seguinte mensagem:

Mas, outro dia eu havia recebido esta:



Agora, há alguns minutos um macho de ego inflado e frágil me liga, segue o diálogo:

-Oi, te achei no GP Guia, você é Simone ou Pamela?
- Sou a Cláudia, fui Simone e se caso me queiras ver entra no Belas 61, o GP Guia é a escória dos sites.
- Você atende com uma colega? Cobra quanto?
- Não, não faço isso. Não atendo acompanhada e a minha hora é R$ 600,00. 
- Tá, espera eu falar. (disse, já meio grosso). É que tenho três sobrinhos de aniversário, fazendo 18 anos queria dar de presente...
- Não faço este tipo de “evento”.
- Não, pode ser um de cada vez, faz um “pacote” com um preço pra mim. (“alto” nível o cidadão!).
- Não, não gosto.
- Por que não? 
-Porque eu escolho meus clientes e meninos jovens não me agradam, muito menos 3!.
- Ah, deve estar rica, por isso que é puta!
- Olha querido, rica ainda não, mas tem de tudo neste nicho, classe, fineza e educação eu tenho até demais! Além de respeito e amor por minha bela pessoa. Procura alguma da tua laia Sr. baixo nível.
(...)

É, nada mais frágil do que ego de homem: depois da "negativa", do popular "fora" vem a ofensa. (Como se um pária deste ofendesse alguém que se preze). 

Enfim, seguindo os conselhos de um dos meus queridos seguidores no Instagram, resolvi fazer um tutorial para os homens aprenderem a me abordar. 
A abordar qualquer acompanhante de luxo, todavia, não nego eu sou exigente e seletiva além da conta. Não me interessa a grana, me interessa o prazer e caras que me abordam de forma baixa jamais terão a minha companhia. Estão perdendo tempo digitando, apenas isso. 

Vamos lá! Bora aprender a serem elegantes amiguinhos?

1- Mais um que usa termos que só são bem vindos na cama:
 2- Odeio o termo "programa", sou acompanhante de luxo. Se refira à encontro, a "conhecer-me", enfim.
 3- Este abaixo então, é o cúmulo da idiotia
Tá vendo mulherada que me pede conselho, por que "desespero" não é argumento pra virar acompanhante? Uma pessoa desesperada aceita tudo pela grana e é graças à mulheres desesperadas que este cara chega com essa "trova" de quem achou o pau no lixo e acha que a buceta da mulher adveio do mesmo local.






 4- O que leva um ser humano a ser tão babaca? Basta ler meu site pra saber que não sou casada, se fosse ou quisesse ser continuava advogando e dando aula. 

 5- O "perdido" desocupado.

 6- O grosso monossilábico. 

 7- O que confunde acompanhante de luxo com garota de programa e prostituta: eu imponho respeito, inclusive em relação à horários. Classe homens, aprendam o que significa!
 8- O das perguntas idiotas e pedido de fotos. Ah, e fala "progama".

 9- O que fala "sua programa".
 11- O novinho.


 12- O que quer "trocar ideias". (?)
 13- O vulgar, o "bagaço" e  machista que leva fora e chama de "puta"como se fosse ofender. Ai gente, que peninha do ego dele, pena que não sabe respeitar as mulheres.

 14- O que pede "nudes".
15- O que pede fotos e o que escreve errado e tem discurso romântico (éca!).




16- Um machista nordestino ao qual fui ao encontro, mas me arrependi. Até hoje só recebi 3 homens ruins. Olvidei da minha intuição e atendi a um machista ogro, que usou a maior parte do tempo para fazer monólogos da sua vida e não me fez gozar. Nem bom interlocutor ele conseguiu ser.  Todavia, eu ofereci a devolução do dinheiro, fui embora e ele também não gozou. A intuição é minha melhor amiga e não falha, esse é do tipo broxante que divida o mundo em "muié pra casa e muié pra transa".
Todas merecem o mesmo respeito, prostituta, garota de programa, acompanhante de luxo ou seja o que for, porque todo ser humano merece respeito, porém diante da total ausência dele NEM TODAS EXIGEM. Não é o meu caso.








17- O que pede "como é o atendimento?" seja por escrito ou, o que é muito mais deselegante, ao telefone:


O defasado acima já havia tentado marcar duas vezes e nunca conseguia, o que, a mim parece ser por ausência de recur$o$ e falta de respeito. Hoje, porém resolveu reaparecer com a campeã de "tosquice" em matéria de perguntas. 

"Ora, Cláudia, mas por que?"

a) Se a pergunta é feita por telefone: você pode estar num local público, logo, homem, seja objetivo e formule um questionamento específico. "Como é o seu atendimento" soa como: narre pra mim como é foder com você. Ligue para um disk sexo ou algo afim.

Ora, parça, você acha que uma mulher que esteja num site e seja mais fria que uma pedra de gelo ou mais mecânica que um robô vai lhe contar isso, só por que você- sem noção que é- fez tal pergunta? Ela vai dizer que o atendimento dela é o "the best", claro!

Procure, pesquise sobre a mulher, entre no site dela, afira depoimentos no site em que ela anuncia (o Belas 61 tem) e, após, marque, sem ser inconveniente. 

b) Se a pergunta é escrita, mas a acompanhante tem anúncio em site, blog ou site, você é um imbecil por perguntar. 

As outras creio que não, mas eu me nego a atender qualquer criatura que me faz pergunta idiota. 

Não tolero burrice, deixei de ser professora há exatos 9 meses (em 02/02/16), ou seja, não recebo pra ensinar barbado a formular pergunta e ser cavalheiro. 

18- Reparem no cabra abaixo (deve ter menos Q.I. que uma cabra com hidrocefalia):

Estava eu assistindo a um filme quando recebo uma ligação de DDD 27 e a criatura me faz tal pergunta. 
Minha vontade era dizer: "Não, eu sou senadora 'tucana', tenho imunidade penal e minhas fotos, nome, descrição e telefone estão na internet por pegadinha", mas ele não entenderia a piada. 
Depois pediu o valor e ficou pensando, quando ia fazer outra pergunta e eu pressentia o teor de oligofrenia que viria com ela, desliguei na cara para resguardar meu equilíbrio psíquico. 
Cidadão bêbado ou chapado ao extremo anota um monte de telefone e não tem a decência, a dignidade a vergonha na cara e a inteligência de ler sobre quem vê. Tem que se ferrar mesmo, oh abestado!

19- AQUELE QUE, COMO TODOS DEVERIAM PERSCRUTAR OS ATOS DA ACOMPANHANTE QUE DESEJA CONTRATAR. A maioria tem blog, site, no Belas 61 existem comentários e no site pessoal de cada uma se descobre muito acerca do nível e, inclusive, valor e valores da acompanhante. Não custa nada ir atrás, melhor que ficar reclamando depois!



Entenderam? Leiam, se informem acerca da mulher que desejam contratar.
É um negócio onde dinheiro será investido. Aprenda a ser perspicaz, a valorizar o seu pênis e o seu bolso e, apenas após saber mais da mulher contate-a, sob pena de ser inconveniente e, porque não dizer, ridículo. 
Agora, deixarei aleatoriamente algumas abordagens educadas para que, ao menos os que não são analfabetos funcionais e desejam tornarem-se "gente", aprenda como se faz:

Exemplo 1:

 Exemplo 2:

 Exemplo 3:

 Exemplo 4:



 Exemplo 5:

Exemplo 6:


TODOS OS CAVALHEIROS ACIMA FORAM RECEBIDOS POR MIMTodos também já haviam lido o meu site, se informado a meu respeito! MAIS, os que residem e os que não residem em Brasília me procuram com assiduidade e nos damos muito bem. São homens na faixa dos 25 aos 45 anos, charmosos (alguns lindos!), inteligentes, bem sucedidos em suas respectivas carreiras profissionais, alguns solteiros, todos humorados e bons de cama ao quadrado!

Agora, vocês compreendem o que significa "seleção" e "intuição" aqui no vocabulário "claudiano", entendem por que sou realizada fazendo o que faço? Porque felizmente eu tenho maturidade, autoconfiança e equilíbriopara "cortar" a maioria que me aborda e podes desfrutar dos melhores, mais inteligentes e gentis homens que chegam até mim, coisa que mulheres desesperadas, mulheres que só desejam o dinheiro ou quiçá a fama, não fazem e terminam deixando a dignidade de lado em prol de vis anseios. 

Se existe algo que eu não abdicarei jamais em minha vida é da minha dignidade. Faço sexo por dinheiro porque gosto de sexo, faço com quem eu quero e QUANDO O RESPEITO ALHEIO SE MOSTRA ESCASSO OU AUSENTE EU EXIJO! Ele é meu por direito, não aceito nada menos de misóginos broxantes. 

Sexo com idiotas eu fiz quando, pela sociedade patriarcal reacionária e tacanha eu era considerada uma "mulher pra casar". Fazia por paixão, por estar encantada, iludida ou carente, mas, agora? Jamé! 

Trabalho com o que há de melhor no mundo e continuarei neste ramo até eu decidir apostar em outros projetos rentáveis. Idade? Pergunte a qualquer dos meus clientes se meu corpinho não é mais perfeito do que o de muitas moças de 20 anos. Não tenho medo do passar dos anos, não pelo meu bom humor, vaidade, genética e dinheiro para eventuais "reparos". Ademais, comecei há menos de 7 meses!
Acordo todos os dias e não me arrependendo da escolha que fiz. Não nego, da escolha que a vida- está bendita que me causou revolta graças ao machismo e hipocrisia da sociedade- me "sugeriu" e eu acatei. 

Eu quero qualidade de seres humanos, eu me entrego ao sexo, meus encontros não são banais ou mecânicos, são marcantes. Eu preciso sentir uma energia boa de quem está ali comigo, logo, não me importo em ignorar os ignorantes, ser grossa com os "sem noção", posto que, ainda assim eu me sustento bem e, mais, me realizo.
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 31 de outubro de 2016. 

1-Revisto, atualizado e ampliado em 03 de novembro de 2016.
2-Atualizado e ampliado em 06 de novembro de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário