Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Das excepcionais almas leves!


Das excepcionais almas leves!
Como são raras as pessoas leves! As pessoas de alma light, de aura clara e doce! Visualize a imagem de uma árvore cheia de flores da cor violeta. Existirão as pessoas que irão dizer: "Uau, que linda!", e existirão as que afirmarão que a árvore faz muita sujeira. Os leves veem a beleza, os demasiado rígidos irão ver os "poréns"!
Estes são aqueles que, observando uma pessoa bem vestida, arrumada e elegante irão observar justamente a imperfeição no look. E, falarão sobre ela, porque o 1% "defeituoso", lhes vale mais do que o 99% admirável. São aqueles que, frente a um rosto bonito, maquiado e alegre, irão reparar no cabelo que não está perfeito: "Ora, existem fios desarrumados! Não pode, que horror!".
A pessoa se alimenta bem, é alegre, tem um belo corpo, mas, a pessoa rígida vai observar que a bunda cresceu na semana do Natal ou que a barriga fez uma dobrinha ao sentar: "Cruzes, que feio, que horror!". Determinada pessoa é sofrida, já superou muitos problemas, amadureceu aos trancos e barrancos, se reergueu, ah, mas ela ainda não está com a vida "ganha", e, portanto, sempre será criticada pelos erros do passado, independente de quem seja no presente.
A funcionária é dedicada, se esforça, é responsável, mas fez algo que não foi agradável: mesmo que tudo de correto já feito nunca tenha sido elogiado, o "erro" será o foco da reclamação! Vigora, para pessoas de alma rígida o seguinte: "faça tudo correto, seja correto, nunca irei lhe incentivar a continuar assim, cometa um erro e todos os seus acertos serão ignorados!".
As pessoas pesadas são complexas. Reclamam da vida, analisam tudo com rigidez, insistem na perfeição, delas, de quem amam, de quem lhes cercam, da vida e do mundo, mas a imperfeição que tanto desprezam é justamente o seu foco. Falta-lhes leveza para se perdoarem, para deixarem "passar", para perdoarem o mundo e assimilarem o fato de que a perfeição é inatingível!
Ou, ainda que ela seja atingível, buscá-la e desejá-la permanentemente é um passaporte só de ida para a chatice, para a inconveniência e para fazer de si mesmo e dos seres que lhe cercam, criaturas menos felizes, seguras ou tranquilas do que poderiam ser se experimentassem a leveza do "deixa estar", do "não tem problema", do "está lindo", do "as coisas estão ótimas, muito se superou", "continue batalhando, um erro não apaga 100 acertos!".
E você, é uma alma light ou uma alma indigesta e pesada? Do tipo que não elogia quase nunca e quando o faz adora usar o "mas"? Sinto dizer, mas o mundo precisa de pessoas de alma leve, de pessoas que distribuem sorrisos, incentivo, força e alegria, porque de rígidas já bastam as dificuldades da vida!


Cláudia de Marchi
Sorriso/MT, 25 de janeiro de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário