Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

São tempos sinistros, meu amigo!

São tempos sinistros, meu amigo!

Afinal das contas, que época é esta que vivenciamos? O que está acontecendo com a mente das pessoas? Que imensa divisão entre esquerda e direita partidária está se tornando este País? Aliás, valendo-me do Renato e sua "legião": "Que País é este?".
Que País é este em que, se você fala que a corrupção vem de longa data, acham que você é "petista", se você diz que é a favor de igualdade social e tudo o que possa lhe gerar, você é comunista, não pode ter iPhone e nem usar produto importado, se você se opõe ao fascista que emergiu num cenário político torto, então, além de comunista, petista, você é contra o modelo de família que a bancada psicopata, digo, evangélica, estabeleceu, ora, que Brasil é este?
Primeiramente, eu sou a favor da igualdade e de oportunidades para todos. Todos devem ter estudo de qualidade e condições para ter iPhone e tudo o que desejarem, sem serem meros explorados. E sim, há de existir atitudes por parte do governo para diminuir desigualdades, porque não existe meritocracia quando o filho de rico vai para a universidade federal, porque estudou em bons colégios e o pai pagou cursinho. Não há de se valar em meritocracia quando a educação para as pessoas de baixa renda é péssima!
Eu não defendo corrupto, não defendo o governo federal ou o partido dele, eu só não sou uma fanática de direita que acha que o PT inventou a corrupção! Sou a favor de uma reforma política, mas jamais serei a favor do retrocesso, da ditadura, da perda dos meus direitos civis básicos e se, essa for a "única" opção, então, aí eu irei dizer que prefiro que fique como está! Não quero um fascista no poder.
Aliás, você sabe o que o Hitler apregoava? Repudio a homossexuais, judeus, negros, comunistas. Ou seja, onde há radicalismo e ódio, onde há a vã crença de superioridade em relação aos outros, seja pela cor, religião, descendência, opção sexual ou opiniões políticas, há insanidade e maldade e isso, eu nunca irei apoiar.
Agora, por favor, parem com essa patética guerra em que ou você é "anti-PT" ou é petista. Eu não sou petista, não tenho partido, não sou anti-partido algum, mas me considero anti-hipocrisia e anti-ignorância. Esta mesma ignorância que coloca palavras nas bocas alheias, que divide as pessoas em amigas ou inimigas. Essa ignorância demente que vem existindo por aí!


Cláudia de Marchi
Sorriso/MT, 18 de janeiro de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário