Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Os “amigos” FDP.

Os “amigos” FDP.

Percebo, lamentavelmente que as pessoas costumam gostar de ver as outras na merda! Gostam de ver o outro agir errado, ser estupido, andar mal acompanhado! Vibram ao ver quem, por qualquer razão vil, não apreciam ou invejam, mas fingem que gostam, se lascando!
Se puderem apresentam uma garota de programa para o "amigo" e, ainda, avalizam a conduta da mulher: "Vai, casa com ela! Ela é gente boa, excelente companhia!". E, pelas costas, o outro é motivo de piada, porque casou com a vagaba mais "passada" do que corrimão do INSS.
E quando o tolinho acha uma companhia praticamente acéfala? Elogiam! "Ah, como a fulana é querida! Gente boa! Te adora!". E quando nós mulheres terminamos um namoro com um mala qualquer e tem aquela que vem: "Ah, mas ele é tão legal, bonito, querido!". Ótimo, vai lá e namora você com o sujeito! Simples!
Incrível, mas o mesmo apoio que se recebe na hora de fazer sandice, raríssimos dão na hora de dar um passo à frente, de tomar decisões sensatas. Dificilmente uma pessoa se rejubila pela outra quando ela tem o melhor parceiro ou parceira, quando ela é mais feliz com os filhos, no trabalho, quando ela é bem sucedida e inteligente.
É uma espécie de elixir para os invejosos e para os falsos amigos ver o outro se lascando, pagando mico mal acompanhado, ainda que a namorada seja esteticamente razoável. Todo mundo ri e critica pelas costas, porque o “amigo” está se relacionando com alguém com o QI de uma ameba em coma, se cultura, sem classe, sem boa descendência e, ainda, quiçá, interesseira.
Ah, mas não se deve dar importância para o que os outros pensam? Isso com certeza! Não falo que o casar com a puta, com a interesseira acéfala, namorar com o cidadão bonito, mas sem graça, não faça quem vive a relação feliz e que isso é o que importa. Falo que os demais criticam e dão apoio, o que não farão com tanta veemência, se invejosos forem, quando o sujeito encontrar alguém realmente legal! Porque a diversão do falso é ver o outro, ainda que se divertindo, mal acompanhado e tomando decisões esdruxulas!
Esta é a sociedade que assiste vídeo de linchamento, que corre pegar o que caiu de carga de caminhão tombado, que para o carro para ver um resgate, enfim, que tem curiosidade negativa e, seguidamente, adora ver o circo da vida alheia pegando fogo!
Ao invés de crescer, amadurecer e progredir alguns querem que o outro regrida e desça ao seu nível! E depois dá um tapa nas costas e chama de "parceiro", chama de "amigo". Aham, "amigo", sei! O pior de tudo é que os homens, que se acham tão espertos, são seguidamente guiados pela insensatez de "pseudo amigos"! É a vida se vingando de qualquer resquício de arrogância que exista no ser humano.
Cláudia de Marchi
Sorriso/MT, 1º de outubro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário