Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Ame-o ou deixe-o!

Ame-o ou deixe-o!

Conversando com meu pai contei de um cidadão que conheci há meses e me disse algo como "se formos namorar você deixa teu cabelo crescer, tá?!". Desnecessário dizer que mandei pastar, mas agora tive a resposta certa, que seria: "E você encolhe 10 cm, perde 20 kg, que eu me apaixono".
De ultima categoria querer gerenciar a vida ou aparência do pretendente! Amiguinha e amiguinho despreparados: não façam isso! Se o outro, seu jeito ou aparência lhe incomodam procure outra pessoa, porque gente não falta no mundo!
Não gosta da forma com que o outro pensa? Com que se veste? Com as musicas que curte? Com que age? Com a religião que tem? Com a predileção de lazer? Com a cultura que tem? Com o corpo? Deixe-o!
Sou a favor do lema do Brasil na época da infame ditadura militar: “Ame-o ou deixe-o!”. Em relação a mim, sempre digo que a porta está aberta para retirada, mas querer construir em mim, estética, psíquica, moral e socialmente uma pessoa que não sou, então o risco será de expulsão!
Ora, num mundo cheio de mulheres com lindos cabelos longos, que malham todos os dias, que comem linhaça, chia e etc., o que você quer com uma mulher de poucos cabelos, rata de livros, fã de filmes e que adora picanha gorda, cerveja e macarronada com vinho? Retire-se, simples!
Nada me dá mais nojo do que homem que me pede algo! Seja na cama, seja fora dela! Comigo funciona a tal da sutileza na “condução”! Homem talentoso conquista o que quer de mim, desde que saiba agir e não chegue pedindo alguma coisa. Algo em mim, só de birra, vira a cara e some. 

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 10 de junho de 2015. 

Um comentário: