Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Sobre a intolerância, minha sua e de todos.

Sobre a intolerância, minha sua e de todos.

O que é ser tolerante? É aguentar, suportar algo ou alguém. Palavra feia, por sinal! A boa e correta seria respeito. Tenho opiniões convictas a respeito da alma humana, moralidade e ética. São minhas e eu posto na minha timeline para quem concorda curtir e quem discorda lamentar.
Se não fosse assim teríamos a opção "não curtir" no facebook ou em outras redes. Não creio em religiões para o melhoramento de caráter, apenas como uma busca humana para explicar, cada um da sua forma, o que o homem não compreende. O que está entre o céu e a terra e nossa vã filosofia não desvela.
Eu não tolero muitas coisas mesmo, falta de educação, falta de respeito e falta de humildade, me fervem o sangue! Diariamente leio postagens que me aparecem aqui e ofendem todos os meus princípios, meu pensar, minha cultura e valores íntimos. O que eu faço? Penso e deixo pensar! Ignoro, dou risada e sigo fazendo "nada" ou qualquer coisa. Cada um na sua com sua liberdade em comum, penso eu!
Não acho necessário, tampouco válido comentar postagens alheias com as quais eu discordo, porque não quero mudar a forma de pensar dos outros e cada um pensa e vive como quer! Escrevo o que penso para quem pensa como eu não se sentir só.
Não escrevo para criar embates, assim como os que escrevem o que, para mim, são asneiras toscas, não o fazem com o intuito de gerar debates ou brigas homéricas de discordância por aqui. Por que opinar se a opinião, o pensar e a vida são do outro?
Ou será que opino porque minha forma de pensar é mais sapiente? Eu me quedo em silêncio e quando me manifesto tem quem me chame de intolerante. Quem sou eu para discordar de quem sabe tanto da vida e do que lê que não pode guardar suas necessárias opiniões para si e para os "seus"?
Não tolero desrespeito, não tolero gente que se acha especial a ponto de se meter em postagem alheia criticando negativamente e, as vezes, de forma bruta e nada urbana! Gente, respeitem minha vil tolice! Dê risada, deboche ou faça como Cristo: peça perdão a Deus por mim, pois não sei o que faço ou falo!
Assim no dia do juízo final eu vou para longe de você! Vou para o inferno, onde vão os que questionam a bíblia e as religiões, mas, por favor, antes de eu queimar no fogo do inferno, deixe-me a sós com minha perfídia! Ore por mim, afinal você tem amor cristão no coração, tanto amor que critica o diferente, pois você é tão humilde que acha que só o seu pensar vale.
Sim, não acredito na religião para tornar um ser humano bom, o ruim será ruim mesmo crente e o bom sempre bom, mesmo ateu! Simples! Seja feliz, creia e deixe descrer, ame e deixe desamar, viva e deixe viver! Cuida da sua alma que eu cuido da minha e, no final, a gente nem se cruza! O céu será só seu e dos demais religiosos. Obrigada e, agora, me bloqueie ou exclua, mas pare de se judiar lendo as porcarias que eu escrevo no facebook ou aqui, neste infame blog.

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 11 de junho de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário