Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Beleza que cansa!

Beleza que cansa!

Seguidamente eu penso que sou muito bonita para me aborrecer com algumas coisas e que a vida é muito curta para eu sentir algo como raiva ou vergonha alheia, mas o mundo cansa a beleza da gente né?!
Tudo bem que todo mundo que é legal tem algo de pirado em si, tudo bem que "mulher que não da voa" (ou seja, não existe mulher santa), tudo bem que bondade se confunde com tolice as vezes, mas tem gente que exagera na dose né?! Caramba!
É muita loucura, putice e burrice concentrada em alguns indivíduos! Custa ter bom senso? Respeito por si mesmo? Respeito ao próximo e aos seus sentimentos? Custa muito ser tão leal a quem lhes cerca quanto é em ir a missa dominical?
Custa ser bom ao invés de apenas "falar bonito"? Acho que não custa nada, mas tem gente que é tão pobre de espírito que nem o "nada" consegue pagar. Seria tão fácil se, entre o que parece ser certo e o errado as pessoas pensassem em optar por aquilo que não gostariam de ter para elas.
No entanto, vejo pessoas perdidas, agindo de forma insana, se sentindo vitimas da vida, vitimas dos outros e do universo, quando, na verdade, não fazem nada para ajudarem-se, para agirem de forma correta e respeitosa para consigo.
Se a pessoa se aceitar, se aprimorar, se conhecer e se respeitar, todos o farão. Todavia, do contrário, o mundo o tratará com a mesma desvalorização e até inanidade com a qual a pessoa vive.
Seguidamente a vergonha alheia me acomete! É gente falando asneira, pessoas intolerantes, pessoas agindo sem pensar, pessoas que necessitam de ajuda psicológica e medica mas hesitam em procura-la. Hesitam em se ajudar e, enquanto a vida segue, vão se afundando num mar de idiotices que elas mesmas deram origem. Arre, isso me cansa!

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 10 de junho de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário