Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Desejos comuns?

Desejos comuns?

O grande problema das pessoas é insistir no que é notoriamente diferente do que esperam. Existe muita gente alimentando relacionamentos ruins, apenas por medo de ficar sozinho.
A felicidade, no entanto, ocorre quando você encontra quem quer o mesmo que você, alguém que lhe queira, alguém que queira você simultaneamente. Conheço jovens que querem um relacionamento sério, mas “ficam” com quem não quer o mesmo que elas.
O cidadão está afim só de sexo e de manter a liberdade integra e a mulher se presta ao papel de “consolo sexual” e, o que é pior, se permite apaixonar-se pelo sujeito! Jovem, você é masoquista?
Ah, mas o cara é bom de cama? Bonito? Engraçado? Inteligente? Primeiramente: pênis todos os homens têm, hoje em dia existem “replicas” deles encontrados em lojas especializadas. “Bom de cama”, muitos são, inúmeros! Não existe sujeito insubstituível, agora, nada substitui uma autoestima elevada, tranquilidade e um coração “não” apaixonado pela pessoa errada.
Explore o território e se o sujeito não quer para ele o mesmo que você quer para si, desista! Sexo se encontra em cada esquina, agora fazer sexo com quem só lhe procura pra isso é muito baixo nível! Queridinha, simplesmente melhore!
A questão não é buscar o desapego, a questão é não apegar-se à pessoa errada! Você não precisa se tornar uma pessoa afetivamente amarga, desconfiada ou fria, você só precisa aprimorar a sua inteligência emocional. Saber a hora de dizer “sim, está valendo” e a hora de dizer “agora chega, não quero”. Enquanto faz bem, fica, quando não faz, vasa! Você não é uma arvore!
Se os seus planos são uns e os do cara são outros, se você quer só ficar e ele quer namorar, ou se você quer namorar e ele quer só ficar, compreenda: a sintonia não é a mesma! Ou seja, vocês vão acabar se magoando.
Não existe pessoa ideal, relacionamento perfeito ou nada dessas coisas, existe, isto sim, dois estranhos e imperfeitos que se encontram, que acabam nutrindo um belo sentimento mutuo e decidem tomar o mesmo rumo. Simples!
Enquanto um sonha com uma coisa que o outro não quer não há harmonia e, consequentemente, haverá perda de tempo. E a vida é muito curta pra você desperdiçar seu lindo tempinho né?! Se dizer “tchau” faz sofrer, dizer “eu aceito e obedeço as suas vontades” também faz e com muito, muito menos dignidade.

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 13 de agosto de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário