Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Amor, admiração e convívio.

Amor, admiração e convívio.

Eu acredito em tesão, em paixão, em antipatia a primeira vista, mas amor, amor não! Amor não surge de um olhar, a paixão talvez. Amor de verdade, amor para ser amor, requer admiração e para admirar é preciso conhecer.
Enquanto você admira só a beleza, a aparência e a postura, você não ama, você se atrai, você se encanta. Amor é o que surge após, quando até de olhos fechados e no escuro você pode conversar e se divertir com o outro.
Enfim, eu tive uma vida recheada de paixões, algumas a primeira vista, outras a terceira, mas todas intensas paixões! Houverem as que duraram anos, houveram as que me fizeram usar aliança e as que duraram meses, com muita lealdade e respeito mútuo (isso sempre!).
Porque a gente só ama o que admira e admiração requer conhecimento, contato, dia a dia, requer ver que o outro era o que desejávamos e nos aparentou ser naqueles momentos pretéritos em que a paixão pululou em nós!
O amor não surge necessariamente com o tempo, ele surge com o descobrimento do outro e nada pode ser mais útil para isso do que o convívio, um dia após o outro, muito dialogo, algumas vivencias. O amor não apenas se constrói, ele se descobre no convívio, quando a gente olha para o outro e pensa: "Que ser humano admirável!".
A paixão é do corpo, a admiração é da mente e o amor nasce de ambos e, para tanto, demora. Vivi paixões, porque ao ver que não haveria admiração, brevemente desistia. Gosto demais de mim, da minha companhia e paz para desperdiçar tempo com quem não cativa minha alma e minha mais profunda admiração.
Se alguém me perguntar se eu quero um "amor", direi que não! Apaixonados usam está palavra, logo se for para inserir alguém em minha vida eu quero mesmo é admirar e ser admirada. O resto é elementar a qualquer beijo na boca (ninguém beija o que não desperta atração).
Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 22 de maio de 2015.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário