Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Trova barata.

Trova barata.

Uma pessoa lhe galanteia. Você diz que não se interessa por alguns motivos pessoais. A pessoa pede para você lhe dar uma chance de lhe conhecer. Então você pensa que amizades não se descartam e não exclui e nem bloqueia.
Passam os dias o indivíduo diariamente lhe chamando, chega um dia que você está assoberbada e nem responde. Quando vê as mensagens diz que está numa "correria louca" e ouve que você precisa de um banho quente, uma massagem e um vinho. E pergunta que hora encerra seu expediente.
Como assim? Você lê e pensa de forma grosseira: "Homens e seus egos inflados achando que são melhores enólogos que você e que tem mãos e outras partes de ouro! Discurso pronto pra mulher carente e desesperada!". Então você conta para a sua melhor amiga, no caso, sua mãe do galanteio e ela diz: "Esses homens estudaram na mesma escola!".
Você vai responder e desiste. Já dispensou o rapaz com educação há dias, ele se fez de desentendido e agora fala como se fossem íntimos?! Licença. Sou ocupada demais para responder.
Se quer conhecer alguém que, a principio, não lhe quer, chegue como amigo! Junte-se aos amigos dela, coma batata frita e tome cerveja num boteco! Não ouse galantear para levar para casa a mulher que nem cogitou de lhe beijar.
Tenha paciência e esmero na conquista. Por mais pobre que você ache que a mulher seja ela sempre terá um chuveiro quente em casa, um vinho razoável e cinquenta reais para pagar uma massagem. Essa trovinha, literalmente barata não é hábil a conquistar uma mulher que se preze.


Cláudia de Marchi
Sorriso/MT, 26 de maio de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário