Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Dos riscos, do frio na barriga e do calor na alma.

Dos riscos, do frio na barriga e do calor na alma.

Se você acha que vale a pena se jogar, então se jogue! Se você acha que convém tentar, então tente! Se você acha que deve ousar, então ouse! A felicidade nesta vida não é dos temerosos, mas é de quem se respeita, confia em si e sabe que, se cair, do chão não irá passar, alguns curativos e se segue adiante, mais sapiente, mas não mais covarde.
Porque momentos de bem estar, amor, alegria e felicidade valem mais do que décadas de inércia covarde e comodista. Fato é que o melhor presente que você pode dar a alguém é o seu apreço, sua estima, seu amor, seu interesse e afeto genuíno.
Todavia, o melhor presente que você pode dar a si mesmo é escolher muito bem quem é digno do seu melhor afeto, interesse, atenção e amor. Quem ama a si, sabe escolher a quem dar amor neste mundo em que as pessoas dão o superficial com facilidade e, algumas, não demostram ter nada além da superfície para oferecer.
Perguntinha básica de “meio de semana”: “Por onde anda o seu frio na barriga?”. Porque uma vida sem emoção, frio na barriga, mas calor e paixão no coração não é digna de ser chamada de vida, é uma mera existência. Existência insossa, por sinal!
Eu, pessoalmente não gosto de vida "light". Light pra mim pode ser o refrigerante, o açúcar, a pipoca, a cerveja e a minha paciência com gente ignorante, estúpida e grosseira, o resto tem que ser carregado de emoções! Doces, algumas vezes, apimentadas noutras.
Não sou o tipo de pessoa que se acomode com a frieza constante, com a constância do razoável, com certezas provenientes do comodismo, do medo de ousar, do medo de fazer melhor ou de procurar o melhor. Frio sim, mas só na barriga não no beijo, não na cama, não no dialogo e na rotina! Só se for aquele friozinho sexy que nos possibilita puxar o edredom e incendiar o corpo embaixo dele.
Aquela sensação instigante, aquela sensação de vontade, de emoção, de palpitação, de desejo, de ansiedade, de ânimo! O friozinho na barriga é fundamental, em todas as demais parte de nossa anatomia o que deve existir é calor, forte como o do fogo que aquece e incendeia. Os acomodados que me desculpem, mas ousadia e correr riscos é essencial!

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 08 de julho de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário