Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

sábado, 4 de julho de 2015

Sobre o autoconhecimento e a felicidade intima e geral.

Sobre o autoconhecimento e a felicidade intima e geral.

Eu sou uma eterna amante da psicanálise, da psiquiatria sensata e da psicologia, aliás, acho que teríamos uma sociedade com pessoas mais realizadas e felizes consigo mesmas se a mesma atenção dada a músculos salientes, peitos artificiais, religião e moralismo (falso) fosse dada a alma, a busca pelo autoconhecimento, a superação de recalques e a auto aceitação.
As pessoas projetam no outro o que elas são: "Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro do que de Paulo", disse Freud. Pessoas que se indignam com quem nada lhes fez, que adoram julgar a forma do outro ser, sentir, pensar, amar e viver são as primeiras que deveriam procurar um terapeuta.
No entanto, são as primeiras a dizer que "psicólogo é pra gente louca". Não adentrarei no conceito de loucura aqui, primeiramente porque acho que loucos, alcoólatras, viciados em drogas e idiotas que se prezem nunca se reconhecem como tal (negação, outro mecanismo de defesa do ego).
Estude um pouco sobre o assunto, pense mais em resolver a si mesmo do que nos problemas do mundo, na vida alheia, na crença ou descrença do outro e na forma com que o os gays tem orgasmos.
Um mundo realmente melhor deverá ser formado por pessoas resolvidas consigo mesmas e, consequentemente, alegres e amorosas. Começar por você é o primeiro passo para a mudança que você tanto espera do mundo!
O melhor trabalho social, político e espiritual que o ser humano pode fazer é conhecer-se mais, ir um pouco mais a fundo nos conhecimentos de psicologia e mecanismos de defesa do ego para, assim, conseguir viver sem projetar nos outros as suas sombras, os seus defeitos. Nove em dez vezes a maldade que se alega estar no outro, provém daquele que o julga. 
O dia em que as pessoas centralizarem as suas energias nelas mesmas e não na vida alheia, ah, então neste dia a revolução do mundo começará. Sem guerras, brigas, intolerância e desrespeito, mas proveniente do conhecimento e de sua “parte” mais nobre: o do homem em relação a ele mesmo.
Ah, mas e os pobres? E os que precisam de ajuda? As crianças hospitalizadas, com câncer ou HIV? E a fome na África? Ah, meu amigo, se você, realmente vive em prol destas causas e não se lembra delas apenas para disfarçar seu desprezo por outras causas bem mais fúteis, ah, então provavelmente você já se tornou um conhecedor de si mesmo que, por se amar, espalha o amor pelo mundo.
Do contrário, se o seu foco é a vida do vizinho, do colega, do professor, do coitado que você chama de “amigo” para criar uma falsa intimidade e julgar-lhe, então você é, realmente uma pessoa problemática, daquelas a qual a palavra “recalque” cai como uma luva, infelizmente, não por você, mas porque a sua ignorância, arrogância e infelicidade atravancam com a melhoria da humanidade. A felicidade de cada homem consigo mesmo é o segredo para um mundo feliz!

Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 04 de julho de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário