Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Sem culpados, sem vinganças.


Sem culpados, sem vinganças.

Não existem culpados pelas suas frustrações. Só você pode se fazer feliz ou triste. Você pode fazer do que vivenciou aprendizado ou lamento. "Ah, mas a fulana é uma egocêntrica egoísta e mentirosa!". Ótimo, azar o dela!
Você não é obrigado a aturar egocentrismo, egoísmo ou conversa mole e papinho falso! A vida é muito mais que um inconveniente, do que um tombo, do que uma traição de confiança, do que uma idiotice de gente cruel ou mal resolvida, a vida é o que você faz e como você reage diante do egoísmo cruel, das enganações e da falsidade alheia.
Ninguém pode lhe fazer menos alegre, ninguém pode lhe fazer mal, ninguém pode afetar seus sonhos ou ferir seu coração, ao menos que você queira e permita. As pessoas e seus atos têm a importância que você lhes dá.
Se você se importa demais com quem não merece, então o desimportante na sua própria vida é você, neste caso faça um minuto de silêncio pela morte do seu auto respeito.
Se acaso alguém for injusto com você, se acaso alguém lhe enganar, lhe iludir e lhe mentir, não convém, sequer tentar revidar, tentar judiar, tentar ferir, tentar se vingar! O fato de a pessoa ser um ser humano de alma medíocre que precisa usar e malbaratar os sentimentos alheios para viver algum momento bom já é um castigo inominável!
Porque ser egoísta, fria, sem empatia, desprovida de inteligência emocional faz qualquer pessoa ser incapaz de fazer bem a outra, de lhe fazer contente. Faz qualquer pessoa viver fadada a solidão afetiva e emocional.
Como esperar que uma pessoa que desconhece a felicidade, o conceito de estima por si mesma e de realização emocional e afetiva saiba dar o que não possui? Impossível. Vingança tem que ser merecida, revide também, em determinados casos ter dó e desprezo é só o que resta. Poupar a própria beleza, sou a favor!
Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 08 de abril de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário