Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

terça-feira, 10 de março de 2015

“Ninguém é perfeito!”

“Ninguém é perfeito!”

Acho ridículo esse habito das pessoas de se resignarem com um “ninguém é perfeito” e seguirem agindo errado com a consciência em paz. Frise-se que não falo de aparência física, onde, seguidamente, o perfeito para um é imperfeito para outro.
Tem quem goste de gente esguia, tem quem goste de gente roliça, tem quem goste de gente forte, tem quem goste de longas melenas, tem quem goste de visual moderno, tem quem goste de olhos claros, tem quem goste de olhos negros, tem quem goste de lábios fartos, tem quem goste de lábios fininhos.
Não falo, pois, em beleza, até mesmo porque, beleza é rotulo, beleza é o que se vê, não o que se sente, beleza é o que chama a atenção num primeiro olhar, não o que mantém a atenção direcionada para alguém nos olhares seguintes. É o que atrai, pois, não o que conquista.
Então, em matéria de virtudes, de atitudes, de aprimoramento, de crescimento, me entedia esse povo que comete os mesmos erros sob a bandeira de que pessoa alguma, no mundo, é perfeita.
Sinceramente, eu nem sei o que é perfeição! Sinceramente, eu não garanto que não existam pessoas que, sob o meu ponto de vista, sejam perfeitas. Só que o ser humano ignora o que não conhece, logo, faz apologia à “inexistência”. Creio que a perfeição seja muito mais uma questão de conceitos e preconceitos do que de “fato”.
Enfim, o correto para um é incorreto para outro, certo?! Cristo, teoricamente perfeito, não agradou a todos e foi condenado de forma trágica, ao que se sabe. Logo, a imperfeição dos olhos alheios impede-lhes de ver perfeição onde, sob um olhar puro, humilde e despretensioso, ela está! Logo, a perfeição, assim como a beleza, costuma estar nos olhos de quem vê. Ou não. Sei lá!
Fato é que existem pessoas corretas, existem pessoas esforçadas, existem pessoas inteligentes, existem pessoas humildes, existem pessoas reflexivas, existem pessoas alegres e felizes e, tem você, ser humano mal humorado, que coloca uma cara de bunda na cara, reclama de seus problemas, justifica seu azedume com eles, como se cara feia fosse solucionar dividas, marido relapso, salario ruim ou cliente inconveniente.
Não tenho paciência com desânimo, não tenho paciência com cara feia, enfim! Ah, e cara feia para mim, não é fome, afinal, ainda que fosse, por acaso carranca alimenta? Não né!? Então tira o semblante feio e chato da cara e vai comer alguma coisa, simples! Se mau humor resolvesse problemas, aí então até eu fecharia a cara, pararia de sorrir e colocaria o traseiro na face, como muitas pessoas fazem por aí e só me provam que "cara de cú" não solta "pum"! Só isso, nada mais.
Enfim, se você não se esforça na sua profissão, será sempre um medíocre, certo?! Se você não se esforça para ser alguém melhor, será sempre? Igual, “pior”, enfim. Ou você assume as rédeas de seu crescimento moral, intelectual e psíquico ou vai terminar a vida de forma tão ou mais pérfida do que quando “começou”, afinal, é para frente que se anda! Quem estagna, em minha opinião, retrocede, porque fez pouco caso de todas as oportunidades que a vida lhe deu.
Enfim, o recado está dado a quem repete os mesmos erros, se acomoda com a própria vileza e enche a boca dizendo: "Ah, mas ninguém é perfeito." Como se ninguém soubesse disso! Amigo, perfeito ninguém é, mas existem pessoas com atitudes mais corretas, mais justas e até mais felizes do que você! Se liga, siga o exemplo e se aprimore.
Cláudia de Marchi

Sorriso/MT, 10 de março de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário