Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

quarta-feira, 25 de março de 2015

O problema? É você!

O problema? É você!

O que eu penso quando mulher mal humorada, azeda, burra, sem cultura e que acha que "todo homem é igual" e só escolhe mulher pelo corpo e pelo traseiro me diz que não se encontram exemplares do sexo masculino no "mercado"? Falta homem com mau gosto para te querer abençoada!
Querida, homens existem, mas bastante fartos de mulher sem senso de humor, sem papo, alegria e inteligência. Num mundo de mulheres que cortam carboidratos, glúten, álcool, doces e gorduras (alegria, quiçá!), mas mantém a futilidade e a mania de justificar chilique com TPM, falta, na verdade, mulheres agradáveis para serem "quistas". Quiçá você seja uma.
Mulherada reclamando de homem, mas caçando tem aos montes! Mulherada estigmatizando homem, mas se adequando a “rótulos” tem aos montes. Algo na adequação “estilo” comercial de cerveja: ficando sarada, turbinando o corpo, em especial os peitos e a bunda, e ficando servil, mansa e sem opinião. Um objeto, uma coisa para homem se embriagar, olhar, pegar e largar.
E aí, seriam todos os homens iguais? Não, não são! Assim como eu não sou igual a você, filha! Tem mulher que vai mais além, que gosta de sexo, mas não distribui o corpinho mundo a fora, que fica e não se apega, que só cria apego por quem se apega a ela. Tem mulher que se ama como é ao invés de ficar lastimando as gordurinhas, a celulite, a bunda pequena, os peitos discretos, o cabelo quebrado!
Tem mulher que só se entrega numa relação quando sente que o outro se entrega, tem mulher que não fica nutrindo amor platônico por homem que não lhe dá atenção e é por ela denominado de “cafajeste”. Sabe de uma coisa? Todo ser humano, homens e mulheres, tem direito de “cafajestear” um pouco na vida, todavia, sem noção mesmo é quem se apega a quem está vivendo sua fase cafajeste.
Logo, mulheres que gostam dos malandros são mais cafajestes do que eles, sabe por quê? Porque não se amam, não se valorizam e não se cuidam. Enfim, homem tem, os que faltam para umas, sobram para outras, porque essas “umas” estão se padronizando, vivendo num mundo azedo, superficial e inculto. Ah, meu amigo, não tem homem que queira!
Corpo sarado, cara maquiada, cabelo escovado tem aos montes, mas, e o resto? E a elegância, a estirpe, a inteligência, o bom humor, a espontaneidade? Só beleza atrai, não conquista. Logo, você vai encontrar muitos, mas cativar poucos. E o problema não são eles. É você! Só lamento.

Cláudia de Marchi
Sorriso/MT, 25 de março de 2015.


Nenhum comentário:

Postar um comentário